O que pode piorar a impotência?

A impotência pode ser agravada por uma série de fatores negativos resultantes de más condições de vida e de vida. Um dos maiores problemas é o álcool. Causa a destruição das células sexuais, reduz a viabilidade espermática e perturba as ligações entre o cérebro e os órgãos genitais. Fumar faz com que a nicotina evite o suprimento de sangue ao pênis e reduza a pressão arterial, de modo que não possa se encher de sangue e ereto. Fumar maconha reduz o nível de hormônios sexuais masculinos. Ao usar anabolizantes, os anabólicos estão inerentemente relacionados à testosterona. Isso irá enganar o organismo, que então produz menos testosterona verdadeira. Em níveis elevados de colesterol, as placas de colesterol podem entupir os vasos sanguíneos que levam ao pênis. Excesso de peso perturba o equilíbrio hormonal.

Prevenção e vida

Boa nutrição e dieta também podem desempenhar um papel importante. Dieta adequada deve ser seguida. Você precisa comer muitas frutas, legumes e grãos integrais. Quanto a alimentos inadequados, salsichas, gorduras e carnes vermelhas (carne bovina e suína), doces e bolos de farinha branca devem ser evitados. Além disso, é necessário reduzir gorduras como manteiga ou banha e começar a usar óleos vegetais. É necessário praticar – caminhar, correr, nadar. Além disso, é bom evitar o estresse e abordar positivamente para resolver problemas. Também é útil o uso de vitaminas, minerais e oligoelementos ou extratos vegetais adequados.

Impotência

Rigidez insuficiente do trato reprodutivo masculino é um dos distúrbios sexuais funcionais mais comuns. A grande maioria dos homens encontra esse fracasso pelo menos uma vez na vida. Então não é nada incomum e anormal. Transtornos excepcionais da ereção ainda não são uma doença. Muitas vezes, é apenas uma indisposição momentânea devido ao medo, medo e incerteza.

Rigidez insuficiente do trato reprodutivo masculino é um dos distúrbios sexuais funcionais mais comuns. A grande maioria dos homens encontra esse fracasso pelo menos uma vez na vida. Então não é nada incomum e anormal. Transtornos excepcionais da ereção ainda não são uma doença. Muitas vezes, é apenas uma indisposição momentânea devido ao medo, medo e incerteza.